quarta-feira, janeiro 19, 2011

Sissy

Ultimamente tenho passado as minhas noites ouvindo Machine Head e avaliando meu desempenho na vida, nos dois últimos dias eu assumi que acertei, perdi, ganhei, chorei, sorri, amei, odiei, perdoei e até mesmo esnobei!
Mas isso fez com que eu chegasse até aqui, fez de mim o que sou e estou muito feliz de ser eu!
Muitas vezes pensei que era dificil sobreviver, mal sabia eu que era apenas viver que eu precisava.
E após assistir "As melhores coisas do mundo" percebi que é necessário muita mas muita coragem mesmo para desistir de viver e, não eu não sentiria culpa se um dia alguém se suicidasse por 'supôr' que tem problemas demais. A minha vida é independente das dos demais.
Afinal:
SOMOS QUEM PODEMOS SER, E SEREMOS OS SONHOS QUE PODEMOS TER!
 Viver não é complicado, somos nós que complicamos o simples ato de acordar, dar um bom-dia, comer algo, e ir trabalhar.
O que falta em muitos é a falta de coragem de encarar os obstáculos que eles próprios põem em seus caminhos, pedras que são parte das atitudes que tomaram lá atrás, parte das imaturidades que apresentaram aos outros, parte da mente pequena que exibem por aí achando que é um visionário!
Como diz a minha mãe:
CRESÇA E APAREÇA, DEPOIS COMPAREÇA!
Queria agradecer a minha mãe por tudo e dizer a meu amigo Jo.. que estou torcendo por ele, que rezo sempre pela dificuldade que está passando e que estou com saudades!
Para alguns digo apenas que superem seus monstros interiores e que se abram para o mundo belo que está diante de seus olhos!
SIGAM BEM INDEPENDENTE DE ESTAREM BEM OU NÃO!
Como diz o Pocoyo..
Até breve,pessoal!