quarta-feira, outubro 24, 2012

Tudo o que há de bom

"Depois da tempestade sempre vem a bonança." - Já dizia sua mãe.
A garota de 20 anos, aquela que tinha sonhos de se tornar uma jornalista exemplar, aquela que foi a primeira da turma por três anos seguidos, é ela mesma, aquela que foi pisada, subestimada, diminuída até quase sumir em meio as lágrimas... Ela venceu, está se tornando alguém que você não pode sequer imaginar, está recuperando a confiança e as ambições.
O horizonte é logo ali para quem acredita e confia, mas pra quem julga a todos pode ser bem longe!
Ela está desafiando o mundo, ela está cruzando barreiras! Ah, ela está sendo feliz, buscando seus sonhos e lutando contra a correnteza que insiste em levá-la para o fundo do poço!
Tudo o que posso desejar é boa sorte para ela.
Que você tenha tudo do bom e do melhor nesta sua nova fase.
"Só um desejo me faz
Levantar e lutar
E vou vivendo
Lavando toda dor"

terça-feira, outubro 23, 2012

Raios de sol

"Era noite, uma noite tenebrosa e fria. Ela perdida em meio aquele bosque sem fim, sentindo-se com medo, vazia, sem esperanças e sem saída. Apoiou-se em uma velha árvore, não sabia mais em que direção caminhar, chorou e clamou aos céus para que aquela noite terminasse. Os segundos pareciam horas, ela deitou no chão junto com as folhas murchas e sentia seu corpo congelar de frio e de medo. Após chorar e praguejar por duzentas vezes, adormeceu.
Quando recobrou a consciência, se deu conta que não conseguia mais mexer seu corpo, as folhas haviam servido de cobertor para os terríveis pesadelos mas os primeiros raios de sol começavam a invadir o vasto bosque, por mais que ela não soubesse o que seria dela nos próximos instantes... Ela se alegrou, abriu os olhos e pode ver que o sol brilhava e sentiu que isso lhe bastava. E gritou:
-Que venham as trevas, pois não temerei! O meu Sol sempre virá, ninguém pode apagar a minha estrela!"

domingo, outubro 21, 2012

E de repente...


Fechar meus olhos e ter apenas meus pensamentos como companhia,
Viajar quilômetros em minutos, 
Pensar sobre tudo e sobre nada,
Concentrar apenas no som do ar que entra e sai do meu peito e com um turbilhão de imagens em minha mente, afundar por pensamentos negativos e restabelecer a leveza ao lembrar de coisas boas... 
Rever belos rostos e péssimas expressões, as últimas memórias de uma vida e as expectativas de um futuro tão inesperado. 
E, por fim se dar conta que por mais que tente fugir, você estará sempre lá, como uma goteira que não parar de pingar no silêncio da noite e que por mais que adormeça ainda estará ouvindo o eco do breve gotejar para sempre.

sexta-feira, outubro 19, 2012

Um misto de medo e sentimentalismo

Estou um pouco Ruby hoje... Com um 'Quê' de Haley James Scott


"Mas eu digo Ruby, Ruby, Ruby
Você tem que começar a levantar sua
Cabeça para cima, cabeça para cima, cabeça para cima
E eu digo Ruby, Ruby, Ruby
Eu sei que é difícil mas você tem que ficar
Fora da cama, fora da cama, fora da cama
Sim, ela não sabe o que fazer,
Ela tem tudo, mas nada a perder"

"Eu sempre disse que cometeria erros
Eu sou apenas humana, e essa é a minha graça salvadora
Eu caio e me machuco quando tento
Então não seja cego
Me veja como eu realmente sou, eu tenho falhas e às vezes eu peco
Então me tire deste pedestal,
Eu não pertenço a ele"

FU-TU-RO

Através das minhas palavras fujo do mundo e do tempo. E aqui consigo expôr tudo o que perturba os meus pensamentos... Então vamos fugir!!!


Você me fez ter esperança, 
Fez meus cacos se reencontrarem,
Estabeleceu uma meta em mim, 
Refrescou meus sentidos,
E por fim pude ver sua silhueta em meus pensamentos...
O que era embaçado se definiu e se mostrou para mim como um reflexo de mim mesma.

"Onde será que você está agora?" - Adriana Calcanhoto

quarta-feira, outubro 17, 2012

Haverá dias em que nossos esforços não serão suficientes,
Haverá dias que as nossas armas falharão e tudo o que nos restará será nossa voz,
Haverá dias em que nossas forças se esgotarão e ficaremos ali sentados a mercê dos outros.
Em meio a esse banho de sangue só poderemos esperar que exista misericórdia no dicionário dos outros e que eles hajam com o mínimo de decência possível e que eles tenham deixado para trás o egoísmo e a crueldade.
Não dá para bancar de herói quando não há uma bala na escotilha.
Muitos baseiam suas atitudes com o pensamento apenas no hoje, mas e o amanhã?! E o minuto seguinte ao seu ato?! E a realidade a sua volta?! Será que vale mesmo a pena sacrificar uma vida inteira pela frente apenas pelo hoje???
-Ah! Estou pensando demais sobre meu futuro, desculpe.Outra hora eu volto...

domingo, outubro 14, 2012

Vamos comemorar


Eu vejo a vida como ela é
O chão sumindo sob os nossos pés
Não tem mais jeito o vento sopra
E minhas mãos se soltam
E eu bato de frente num muro
E caio num abismo escuro
Não importa se isso é o fim
Não importa o que
O destino quer pra mim
Vamos comemorar
Comemorar
A vida é assim
Quero deixar pra você
Antes do sol nascer
Uma canção
Prá você não esquecer
Às vezes parece que tudo já está escrito
O que será feito o que será dito
Eu não tenho controle eu só repito
Palavras que eu sei que queimam
E eu não faço nada fico sem ação
Eu me sinto carregando o mundo
Eu tento nadar mas eu só afundo
Não importa se isso é o fim
Não importa o que
O destino quer pra mim
Vamos comemorar
Comemorar
A vida é assim
Quero deixar pra você
Antes do sol nascer
Uma canção
Prá você não esquecer
Vamos comemorar não fique triste
Um novo dia sempre existe
Quero dizer o que eu sinto pra você
Numa canção pra você não esquecer 

A moça de sorriso aberto


Infinito Particular

"Vem, cara, me retrate
Não é impossível
Eu não sou difícil de ler
Faça sua parte
Eu sou daqui, eu não sou de Marte
Vem, cara, me repara
Não vê, tá na cara, sou porta bandeira de mim
Só não se perca ao entrar
No meu infinito particular
Em alguns instantes
Sou pequenina e também gigante"
-Marisa Monte

Bloqueio em fase de construção

" Tempo, tempo, tempo... Vou te fazer um pedido... Tempo, tempo, tempo... "
-Maria Gadú
 Ultimamente tenho tido tanta vontade de escrever, de me esconder e de decifrar meus medos, porém quando há tempo para fazê-lo me surge uma página em branco e com ela se vão todos os meus pensamentos. Embora a aflição de querer escrever e de expôr meus gritos não se vai e, me pergunto se esse bloqueio um dia será superado.
Já tentei começar outro projeto mas tudo o que consegui foi duas páginas falando de uma garota deprimida por seu futuro não ser assim tão brilhante. Ah, inspiração, venha, porque sem você eu não sou ninguém.





terça-feira, outubro 09, 2012

sábado, junho 16, 2012

Aos berros e gritos

Analisando Sara
 Nunca fui do tipo de garota que escreve cartinhas de amor, nem que come um pote de sorvete para curtir fossa!
O que eu sou de verdade é uma garota que curte gritos e berros de um rock pesado, mas também sei quando é o momento apropriado para um voz e violão. Sou um misto de caos e romantismo, de aberração e perfeição.

Minhas bandas de preferência no momento são Analisando Sara que tem uma pegada gritante mas é suave. A contraposto a Stellaurora tem uma voz possante e um som super maneiro que recomendo muito - além de ter um 'visual' maravilhoso!
Ainda não conhece? Clica lá na mãozinha das redes sociais e dê um apoio a essa galera que está aí PARA A NOOOOOOOOOOSSA ALEGRIA!
Stellaurora-Bernardo
Stellaurora (em peso)

sexta-feira, junho 15, 2012

Elas

 Um sorriso sincero vale muito mais do que o dinheiro pode significar!
Os momentos mais simples definitivamente são os mais felizes!

Para não esquecer

"Sabe quando acontece algo que você nunca espera?/ Algo que você sempre quis que te deixe mais feliz/ um momento raro difícil de entender mas que fica na memória para nunca se esquecer..."
- Temporário
Essa foto foi do aniversário da minha amiga Nicole, nem preciso dizer que foi legal, né!?!
#RecordaçõesQueMeCompletam!

terça-feira, junho 05, 2012

Insegurança Feminina

Não é segredo algum que nós garotas somos inseguras, seja porque somos jovens, seja porque gostamos de alguém, seja porque não temos mais o corpo que tínhamos a alguns anos atrás. Seja qual for o motivo, sempre estamos rodeadas de inseguranças e medos que nem sempre são nossos. Quem nunca se sentiu insegura por estar com determinada roupa, quem nunca duvidou de sua feminilidade? Que nunca teve medo de ousar? Todas nós temos!
 "O novo pode nem sempre ser bom", como dizia os antigos costumes. Então, foi pensando nisso, que resolvi escrever aqui hoje.
Como todo mundo sabe, sou casada a quase três anos, tenho uma filha e ainda estou buscando minha estabilidade profissional, e dentro de tudo isso, tento conviver com as imposições da vida, da família, do mundo e acima de tudo de mim mesma. Pode não parecer difícil, afinal, sou jovem e ainda tenho o mundo inteiro pela frente, mas não é bem por aí que as coisas caminham.
Neste último fim de semana, posso dizer que na sexta estava ótima, compenetrada nas minhas coisas e tudo bem. Mas, já no sábado, acordei chateada, com TPM, chorosa e daí tudo ficou ruim. No domingo segurei firme e tentei achar uma solução para tudo que me angustiava mas foi em vão.
Segunda, chegou com bons ares e com uma 'soledad' (solidão) mansa, que se foi lentamente com as conversas que tive virtualmente com meus amigos e então, os conselhos vieram e latejaram na minha mente noite adentro.
"Você precisa ficar em paz consigo mesma, porque aí sim conseguirá resolver seus problemas."
"Se você for mais positiva, terá mais calma para lidar com as situações."
"Tudo bem, que os outros sejam o problema mas você tem sua parcela nisso também."
"Você só precisa se ocupar. Vá fazer algo que te motive, que te dê um ar fresco e te acalme."
E por aí foi...
Pensei, repensei e vi que realmente eu não me aceito. Porque tenho vinte anos, sou mãe, não tenho emprego e nem casa, não tenho mais o corpinho que tinha e relaxei demais com a minha vida.
Foi então que pensei e pus em prática a teoria dessa tal positividade:
-Veja pelo lado bom, Jéssica, você só tem vinte anos, ou seja, pode malhar e resolver o problema com o corpo, além de ocupar um pouco a mente. Cuide-se mais, sorria mais, com o tempo você vai ter a sua faculdade e seu emprego.E o fato de ser mãe jovem, te dar até mais vantagem que muitas por aí, assim você já conhece os percalços e pode ter muito a dizer aos outros.
Mas sabe, tem dias que toda garota precisa ouvir elogios e então perturbei meus amigos até um ceder e dizer:
"Você é engraçada, inteligente, bonita, uma mãe espetacular... [...] Você deveria começar a se amar mais também, para não precisar de mim para te dizer essas coisas."
Fiquei muito satisfeita com o que ouvi, por que podem ser apenas palavras da boca para fora mas se eu não acreditar, nada que eu venha a me dedicar para mudar esses 'problemas' terá um sentido verdadeiro.
"Acreditem em vocês, nada, absolutamente nada nem ninguém é um caso perdido."

- Isabella Fiorentino

sexta-feira, junho 01, 2012

Lançamento de Junho: Sagitário/ Ramirez


SAGITÁRIO
(Marcos Sketch)

Não pisque assim pra mim,
Que eu fico preocupado com o quanto
eu vou passar do resto da minha semana pensando em você.

Não ri assim que eu
noto o quanto é injusto que outros tantos, insensíveis,
tenham seu sorriso bobo apenas por prazer.

Não se aproxime mais,
Seus mimos e carinhos são demais prum fraco como eu,
de alma inteligente, coração inconsequente.
Que do medo faz escudo pra se proteger...

Do alto dos meus vinte-e-poucos anos
não sou forte ainda o suficiente pra saber
o que fazer quando você me põe de cara
com esses olhos verdes só pra ter de novo
o prazer de ver um outro tolo aos seus pés.

Eu sei, porém, que às vezes é difícil pra você
se controlar e não deixar transparecer
que é o seu piscar-de-olhos o que desempata o jogo
que me impede de gostar de alguém assim como você.

Não finge que não viu..
Meus olhos te disseram
que até seu jeito de se pentear era perfeito.
Feito só pra mim.

Não dê razão pro amor
pensar que faz sentido que eu entregue o meu a uma
que não me parece preparada pra entender.

Não se aproxime mais,
Sua ingenuidade me desfaz,
engana e faz pensar que posso visitar seu mundo
e enfrentar contigo os desafios.
Correr riscos pra te proteger...


Me diz se pra falar de amor precisa sentimento
ou se me basta apenas ter vontade de te conhecer melhor que os outros
incapazes de escrever de forma clara
o que pensam sobre o que o seu olhar tenta esconder

Pior do que sofrer aqui sozinho
é sofrer por medo de se envolver com quem não pode se envolver
e lamentar que os seus abraços tenham sido carinhosos a tal ponto
que eu pensei que tinha chance mas lembrei

Que aqui do alto dos meus vinte-e-poucos anos
não sou forte ainda o suficiente pra saber o que fazer
quando você me põe de cara com esses olhos verdes
só pra ter de novo o prazer de ter um outro tolo aos seus pés

Eu sei, porém, que às vezes é difícil pra você se controlar
e não deixar transparecer que é o seu piscar-de-olhos
o que desempata o jogo que me impede de gostar de alguém
assim como você.

A uns oito anos atrás...

Hoje é um dia normal, será?! Não, não!
Hoje é o dia do chato! Que me perturba a oito anos! =D
Só queria marcar esse dia, fazendo ele passar uma vergonhinha [ ele odeia que façam graça no Happy Day dele]!
Então Seu Gay, mais um ano nessa bagaça! Tá feliz?! Espero que não, está ficando velho e acabado! rs!
Brincadeira, só queria te dizer que tamô aí, pro que der e vir...
Depois de tantos anos posso afirmar que somos completamente diferentes e iguais, afinal de contas, você sempre quis curtir as loucuras da vida e eu sempre fui chata pra caralho, gostava de ficar conversando das deprês dessa vida! Mas está bom, amigo é para essas coisas, né?!
Seja como for ainda teremos um a ajuda do outro, uma muleta para segurar a outra!
Só queria te lembrar que não esqueci do seu dia, nem das suas palhaçadas de me pentelhar...
Tenha um dia foda, porque é sexta-feira! Porra! Vai vadiar Bichona!
Beijos

quarta-feira, maio 30, 2012

O que é um BLOG?



" Blog nada mais é do que um diário virtual na internet, onde o dono, ou editor, pode expor o que está sentindo, o que gosta, o que fez, o que vai fazer e, até mesmo dar dicas ou notícias interessantes para os amigos que os visitam. "
Obs.: Às vezes as pessoas esquecem o real propósito das coisas!#Boa Tarde!

terça-feira, maio 29, 2012

Up and Down

Ultimamente tenho sido posta para baixo por pessoas que fingem não me ver, que me ignoram, me fazem sentir que sou empregada do mundo, que sou péssima mãe, uma dona-de-casa relaxada e por aí vai as críticas  [nada,nada na minha concepção] construtivas. Apesar de sempre estar um caco por conta de 'elogios', existem momentos como os de agora pouco, que é quando busco minha filha na escola e ela vem me contando tudo que aconteceu no seu dia e vamos caminhando pela rua até em casa. Já em casa ela lancha no quarto com os brinquedos dela e comigo e tenta desesperadamente falar coisas nas quais eu possa fazer elogios e dizer o quanto ela é esperta e uma mocinha crescida. Ela sorri quando eu a elogio, se deita em meu colo e diz: "Mãe, cuida de mim?!" E eu respondo sempre: "Eu estou cuidando, sempre cuido de você!"
Por fim ela embarca em um soninho leve enquanto acaricio seu longos cabelos e então me dou conta de como as pessoas fazem a gente se sentir mal por não ser 'padronizadamente' igual a elas e penso comigo: "Sou uma boa mãe sim, embora não tenha emprego e uma casa, mas não preciso disso para garantir o bem-estar dela e quer saber, para ela nada disso importa porque o que ela quer é sempre a minha atenção e disposição para fazer dos nossos dias um diferente do outro". Com isso concluo o pensamento de quê, nada é permanentemente ruim, tudo tem dois lados e tudo que vai um dia volta. Espero que todos tenham ciência de que se plantam críticas aos seus semelhantes, um dia colheram críticas para si mesmos.
Até mais!

segunda-feira, maio 28, 2012

O que te destrói?

Nas últimas semanas, tudo já desfez, já se refez, já caiu de novo... Enfim, um verdadeiro turbilhão!
Foi então que resolvi aceitar, seja como for não vou me abalar por muros e barreiras que se criam ou que caem diante de mim. Portanto, queria 'aconselhar' aos que visitam meu bloguinho:
"Seja lá o que te destrói, tente ignorá-lo, tente não se deixar abater, mesmo que isso seja impossível mas tente não aparentar sua dor porque quem faz as coisas terem importância ou não é você mesmo, ou seja, não vamos dar valor ao aborrecimento e a inveja. Vamos dar valor e graças aos sorrisos e as alegrias de cada dia."
 Hi! Deixa que digam/ 
Que pensem, que falem/ 
Deixa isso prá lá/ 
Vem prá cá/ 
O que é que tem?/ 
E eu não tô fazendo nada/ 
Nem você também/ 
Faz mal bater um papo/ 
Assim gostoso, com alguém?/ 
Eu disse deixeeeeeeeeee...

sábado, maio 26, 2012

Naqueles tempos...

Era um tempo em que o mundo estava a lhe pressionar, ela não conseguia definir o que queria, nem SE queria, nem para onde iria e tentava inutilmente ter calma e dizia para si mesma que tudo ia dar certo, que tudo tinha seu tempo de chegada. Era inútil, porque ela mesma sabia que não se passavam de mentiras tolas que contava a si mesma.
"Sim, são tempos difícies!"
Naquelas noites infinitas ele só consegui pensar em coisas que não fossem lhe fazer lembrar, mas a lembrança era involuntária...
"É, pequena flor, nada será colorido como você, tudo mudou."
Mas a verdade é que ele só queria dizer que sentia muito, mas ele não disse e, logo no momento em que ela tanto precisava de força.











Um erro, um pensamento jogado fora, uma frase silenciada... É assim que os tempos difíceis começam  e como sempre não nos damos conta, infelizmente. 

Minha vida de dona-de-casa

Ultimamente meus dias têm sido assim, corre pra cá limpar, corre para lá cozinhar, atender telefone, atender os gritos da Aninha e tentar não surtar com milhões de coisas acontecendo ao meu redor.
Sem pausa para lanches, descansos ou sonecas e adivinha no que resulta?
Fiquei doente!!!
E aí, pensou que eu ia descansar? Nai, nai, nai!!!!
A vida continua na saúde e na doença, limpar, cozinhar, atender o telefone (fico com o toque dele ecoando na cabeça por horas), além de que minha filha ficou ainda mais grudada em mim [estava cuidando de mim *--*]...Ah! E nem mencionei, minha casa está em obra também (barulho terríveis de martelos, furadeiras e maquitas)! Enfim, é o paraíso!
E sabe, quase não tenho tempo para me cuidar e isso me mata, porque eu sempre gostei de me cuidar antes da gravidez, tinha o cabelo e as unhas sempre feitas, mas agora não tenho tempo e toda vez que me vejo no espelho: BU!
Pareço um monstro, com cabelos pro alto, unhas grandes e mal-vestida e agora que fiquei doente então têm as lindas olheiras para acompanhar o desastre!
Essa sou eu no fim do dia! rs
Porém, confesso que depois de ver um clipe de boy-band até me animei um pouco em me cuidar, quem sabe amanhã posto uma foto de mim transformada?!

Nesse fim de noite [pra mim é claro] me motivo com esse trechinho:

Você é insegura / Não sei o porquê / Você vira cabeças quando passa pela porta / Não precisa de maquiagem / Para se cobrir / Sendo da maneira que você é, é o suficiente  -One Direction 

Homenagens : Dinho Cardoso!


domingo, maio 20, 2012

Homenagens : Maieuttica


Casa da mãe

Neste últimos meses tive conflitos de grandes proporções em minha vida e isso me levou de volta a ter como 'Lar de Paz' a casa da minha amada mãezinha. E com isso, percebi muitas realidades que a tempos havia esquecido...
A primeira : Nem sempre você está sozinha;
A segunda : Perceba se os sorrisos são reais ou máscaras, 
E terceiro : Mais vale um abraço de alguém sincero que te faça chorar com verdades do que beijos de alguém que te ilude com mentiras.
Sabe, depois que casamos e saímos de casa, descobrimos que o mundo vai muito além do nosso mundinho habitual... 
Descobrimos que há muito mais falsidade em nosso redor do que imaginávamos e que a felicidade nada mais é do que um status para constar na rede social, ou um tema central para o desenvolvimento de um texto sobre os sorrisos de um fim de semana.
Reflitam!

segunda-feira, março 19, 2012

Desconstruindo os ídolos

Enquanto assistia ao show do Nirvana no meu dvd, pensei: "O que me levou a colocar Kurt Cobain em um pedestal?!"
De uma coisa pude ter certeza não foi pela fama ou modismo, afinal eu comecei a gostar no começo dos anos 2000,ou seja, muito depois de sua morte e me recordo que o movimento rock era o New Metal com suas máscaras e seus dreads.
Faz bastante tempo de gosto de rock, que idealizo as velhas bandas tirando sarro desses novatos modismos, mas acredite nada é mais verdadeiro como era antes. O som é agora totalmente regido pela mídia e peneirado até se tornar 'aceitável'. Não se faz mais música por conta dos príncipios aos quais você segue, mas sim pelo dinheiro no qual pode ganhar quando vender seus príncipios.
Todos os 'seguidores' de música ou de boa música hoje pode dizer que amam seus idolos e que eles sabem de sua existência, mas no passado não era assim, não existia internet e computador para todos, não tinhamos chat para conversar ao vivo com nossos adorados idolos e muito menos um canal de perguntas e respostas. Sonhavámos em poder um dia participar de promoções de rádio ou serem sorteados naqueles shows de meia-boca que iamos (com o número do ingresso).
Sonhava em comprar a biografia de meu ídolo e sabia que esse dia demoraria a chegar, mas que quando chegasse eu ficaria ali, encantado com ele e que não ia me desapegar do que eu considerava um príncipio. Porém, não aconteceu desse jeito, agora que tenho meus vinte anos compreendo melhor as atitudes dos outros, e de certa forma isso não é uma perspectiva boa, porque compreendo as situações, dos sentimentos e as consequências das ações sem entrar na situação ou tomar para si, me tornei imparcial ao acontecimentos e isso mostra que comecei a sessão dos novos jovens, entrei para estatística de desconstruição de seus ídolos.
Embora ainda exista em mim uma moderada devoção por conta de inúmeros momentos em que passei ouvindo aquela banda que fez a minha rebeldia ser parte da minha personalidade, sinto que grande parte se foi, como um tratamento se simplificação de sentimentos e agora tudo o que me resta é o respeito de manter em seu devido lugar alguém que me inspirou a ser uma grande menina.
No fundo só podemos dizer que não há como dizimar a cacos o que nos torna inteiros, seria tolice, mas idealizar um deus sobre quem você sabe ser apenas mais um homem, também seria uma besteira. Logo, posso assentir que a descontrução nunca é total. Afinal para que jogar fora quem se fez tão importante?!
"A garotinha do papai não é mais um bebê"  
 Kurt Cobain

domingo, março 04, 2012

Após tanto tempo....

HELLO BLOG!!!
Feliz 2012! Não estive por essas bandas desde que o ano se renovou!
Desta forma, começo o meu breve (ou longo) discurso de como os acontecimentos se sucederam em minha existência. Primeiramente, ganhei uma bolsa na faculdade para cursar Jornalismo, fiquei imensamente feliz.Comemorei muito. Minha filha teve seu primeiro dia na escola, ganhei um pouco mais de tempo para cuidar de assuntos pessoais.
Tempos depois perdi a bolsa integral por conta da incapacidade dos funcionários da unidade estudantil de repassar informações aos recéns-chegados do programa PROUNI.
Não vou negar, fiquei transtornada com a notícia, mas superei e meu marido me incentivou a não desistir do ensino superior.
Passiei muito de trens destino a central e a Japeri (rs), visitei e conheci minha querida Cylene que está internada no Pasteur devido a probelmas respiratórios, mas que graças a minha visita teve uma incrível melhora e saiu do CTI passando para o quarto.   \o/
 Estes três primeiros meses foram entre altos e baixos, embora minha base esteja (graças ao bom Deus) estável, consegui terminar o meu amado livro Heavier than Heaven (que já emprestei para o chato do meu irmão, que não pode ver um livro novo que já quer para si, rs!).
Agora, pretendo passar mais tempo por aqui, já que meus horários estarão vagos a noite. E sobre o que farei de agora em diante, posso dizer que me dedicarei aos meus cursinhos de desenho e de customização.
EM BREVE COM MAIS NOVIS!
Beijos e apareçam mais por aqui
 :D