segunda-feira, maio 04, 2015

Meu amor

Durante muito tempo você, apenas você existiu na minha vida.Nada nem ninguém era mais importante que você.
Sabe, hoje eu tenho que admitir que sinto a sua falta, dos som da sua voz, do seu lindo sorriso, as horas que conversavamos como se não houvesse um mundo lá fora. Por que você se foi?
Eu sinto tanto a sua falta!
Eu queria realmente não sentir, porque eu sei que isso não ajuda em nada a nossa separação, mas não posso evitar...O nosso amor é único, nunca haverá outro homem que cante docemente em meus ouvidos, que brigue comigo como você fazia e que ature minhas idiotices e as complete.

Aquilo que não queremos ouvir


-"Eu já estou em paz com o fato de que nunca vou sentir por alguém o que sinto e sempre senti por você.
Estou em paz com o fato de que não vou ficar tão preso a alguém assim de novo mas as coisas entre eu e você são meio impossíveis. E eu estava tentando seguir em frente com outra pessoa e admitir isso para você tornaria tudo muito mais complicado mas no final das contas eu vi que não dá para ficar com uma só pessoa. O fato de meu coração estar com você significa que eu nunca vou conseguir me dedicar e perdoar tanto alguém quanto precisaria para ficar junto dessa pessoa. E agora que voltei a minha vida, posso admitir tudo isso para você sem que isso destrua meu relacionamento."

O dito pelo não dito


#Ele: Eu já estou em paz com o fato de que nunca vou sentir por alguém o que sinto e sempre senti por você. Estou em paz com o fato de que não vou ficar tao preso a alguém assim de novo, mas as coisas entre eu e você são meio impossíveis e eu estava tentando seguir em frente com outra pessoa
e admitir isso pra você tornaria tudo muito mais complicado... Mas no final das contas, eu vi que não dá pra ficar com uma só pessoa.
O fato de meu coração estar com você significa que eu nunca vou conseguir me dedicar e perdoar tanto alguém quanto precisaria pra ficar junto dessa pessoa. E agora que voltei a minha vida de monstrinho criado por você, posso admitir tudo isso pra você sem que isso destrua meu relacionamento, rs!

#Eu:
Uau

#Ele:
O que foi?

#Eu:
Achei que queria algo de mim!
rs
não é complicado
é mais simples
você quer e pode fazer o que quiser agora
é livre
não acho isso complicado

#Ele:
Não é complicado pelo que quero entre a gente. É complicado pelo que podia acontecer se eu falasse antes.

#Eu:
Pelo que quer da gente??? Explique-se

Esperança


"Aconteça o que acontecer estarei aqui sempre por você"

A vida é realmente incrível e bizarra ao mesmo tempo, pois quando pensamos em tudo que já pude viver, vejo que meu melhor amigo está prestes a casar, meus amigos de anos... Bom, não os vejo faz anos, rs! E aquele grande amor, que pensei que não conseguiria viver sem... Só nos falamos de meses em meses.
É encantador pensar que a vida dá uma reviravolta e nos faz perceber que nada é para sempre. Todos aqueles sentimentos infinitos e perfeitos... Aquela doçura simplesmente perde o proposito quando crescemos e percebemos que é preciso mais do que palavras bonitas, é necessário ação.
Um dia, um príncipe me disse que não importava a idade daqueles que amamos mas sim o sentimento que nutrimos um pelo outro, e hoje vejo que sou muito iludida sobre o amor. Uma ilusão gigantesca me consome e me faz crer que há sim um amor eterno, uma alma gêmea ou como preferir denominar.

Mas o que fazer?! Essa sou eu, sendo eu mesma... Meiga e romântica e não a durona de sempre! E por demonstrações (inusitadas) de afeto é que me ganham! 

domingo, abril 26, 2015

Estranha ligação

"...Haviam muitas palavras a serem escritas, mas ela agora era uma folha em branco. Folha essa que era a representação de toda a distância e vergonha que o tempo impôs sobre eles..."


Me *---*


Como diria a alguns anos atrás: 

"Dos meus sonhos cuido eu"
E partindo desse princípio, há uma necessidade de buscar o exterior para compreender meu interior e é isso que farei.

Princesinha da Torre

Durante muitos anos a princesinha da torre esperou o príncipe volta. E após longos e exatos seis anos de olhar para o horizonte dia após dia, esperando a tão sonhada chegada dele, a princesa despertou do transe e entendeu que esperar era inútil. Que o que ela deveria fazer era tomar uma atitude sobre ele ou sobre própria...  E percebeu que faria sim algo para achá-lo. Então moveu céus e terra e conseguiu encontrá-lo, após meses de busca e percebeu que não havia morrido, que estava bem e saudável... Então veio o baque, perceber que não foi lá grandes coisas na vida dele e como uma roupa que não serve mais, foi abandonada. Naquele dia a princesinha morreu... Claro que apenas metaforicamente.
Em seu lugar nasceu uma rainha, tão majestosa e magnífica com sua coragem. E o que era antes uma simples torre solitária e triste, se tornou um castelo de esplendida alegria e a fim de proteger seus preciosos sorrisos construiu uma muralha.
E durante os anos seguintes muitos se encantaram com a exuberância , mas ninguém ultrapassou a muralha, mas ela não se entristeceu pois sabia que só aquele que realmente desejasse lutaria contra a muralha a todo custo.
E numa noite de inverno, quando tudo já estava envolto no breu da noite, a Rainha ouviu gritos revoltosos:
-Por que faz isso? Por que me cativa e me põe impotente perante ti?
-Não é impotência, é merecimento.
-Não lhe mereço, é isso que querer me mostrar?
-Eu a amo.
- Prove.

-Não. O que quero que veja é que ainda é o mesmo príncipe convencido e prepotente que me abandonou. E que se um dia desejar verdadeiramente vencer essa muralha, será porque mudou. E que está pronto para achar os tesouros que há de encontrar nos labirintos deste castelo.

A moral da historinha é que ainda há barulhos do outro lado da muralha e ainda há esperança de um final diferente. Nem tudo é solidão... É apenas a vida mostrando quem realmente batalha por você. 

sábado, janeiro 03, 2015

2015 - ANO DE MUDANÇAS

Yes, I'm back!

O que escrever depois de longos anos sem partilhar pensamentos, dúvidas e indagações sobre a vida adulta?!
Não sei. Tudo o que é que estou de volta. Com gás para partilhar e eternizar minhas ideias malucas e minhas supostas teorias sobre a evolução dos sentimentos desta modesta e pacata jovem de 23 anos, solteira e mãe de uma princesa de 5 anos.

"Que os jogos comecem!"