quarta-feira, setembro 28, 2011

Aos meus caros amigos

Para todos aqueles que estavam esperando a minha coletânea de personagens e o material para a divulgação...
Sinto muito informá-los que o projeto será cancelado até segunda ordem, por motivo técnicos da supervisão!
Desculpas aqueles a quem desejavam me ajudar... Ficarei devendo um favorzão a vocês!
Obrigada e até a próxima!

terça-feira, setembro 27, 2011

Serei assim o maior fã de minha vida

Hoje, estive aqui pensando em o que postar... Desejei algo que fosse realmente importante para mim, algo que dissesse ao mundo como eu sou, algo que me definisse... Algo que mostrasse o meu lado romântico e apaixonado. Depois de ouvir Danúbio Azul, recordar de cenas de filmes, me dei conta que não havia algo que me definisse mais do que uma unica música. A música que está em dois dos meus filmes favoritos, que é I'll Be.

Os fios de cabelos em seus olhos/ Que os colorem maravilhosamente/ Interrompem-me e roubam minha respiração/ E esmeraldas de montanhas/ Dão impulso para o céu/ Nunca revelando sua profundidade/ Diga-me que pertencemos um ao outro/ Vista-se com os enfeites do amor/ Eu serei cativado, eu ficarei preso aos seus lábios/ Ao invés da forca que machuca meu coração/
(Refrão) Eu serei um ombro para você chorar/Eu serei um suicida do amor/Eu serei melhor quando ficar mais velho/Eu serei o maior fã de sua vida
A chuva cai furiosa no telhado de lata/ Enquanto estamos acordados, deitados em minha cama/ Você é minha sobrevivência/ Você é minha prova viva/ Meu amor está vivo e não morto/ Eu fui derrubado, queimado/ Voltei vitorioso da morte/ Sintonizado, ligado/ Lembrei das coisas que você disse
(Refrão) Eu serei um ombro para você chorar/ Eu serei um suicida do amor/ Eu serei melhor quando ficar mais velho/ Eu serei o maior fã de sua vida

(Louco por você e A Nova Cinderela)
#Essa é a minha melhor tradução de mim mesma. Nunca conseguirei achar palavras que me definam sem me lembrar de trechos de músicas e filmes de princesas, mocinhas e aquelas histórias com caras cafajestes. xD

segunda-feira, setembro 26, 2011

2 anos em 2 dias!

"Quando nos sentimos sós, criamos identidades para justificar a ausência de outro ser."
 -Adrian... Você tinha razão, em tudo o que me disse nestes dois dias que passamos juntos. Sabe, Kendra também tinha razão...'A beleza exterior não compensa a feiura do coração, mas a beleza do coração faz as marcas de seu exterior não serem importantes'. Adrian... Me sinto como você agora, crio personagens para mascarar algum tipo de solidão que possuo, mas no fundo ainda olho para mim e vejo Alicia.Talvez, eu serei um monstro como Alicia era para sempre, pois ela me compõe assim como você e Kyle. Ahh, como eu queria sair do personagem, mas acho que serei como a Sereia Silenciosa... No fim, me tornarei espuma do mar.

-Não se sinta assim, você não é uma fera. Embora a beleza externa lhe convença do contrário... Seu coração é bom, puro e não vale a pena chorar por causa de um parcela que agiu de forma errada. Você não vai virar espuma do mar, não enquanto eu estiver aqui, enquanto houver amigos para você conversar... Não fique triste, Jéssica, tudo é apenas uma fase... E as fases passam.

-E se não passar? E se no fim, nem eu mesma veja a minha bondade? E se todos me acharem ruim para sempre?

-Não pense no fim, pois ele é apenas um dia... E ele não terá avisos sobre sua chegada... Tente se apegar a tudo o que faz você ver a beleza do seu coração, afinal de contas o que você vê sobre seu caráter será o que os outros enxergaram. Será que enfim pode ver e compreender que nossa beleza depende apenas de nós?! Do que vemos ou do que queremos ver no espelho?! Lembra do que Will disse? 'A confiança vem através do tempo e da paciência', então, não apresse o tempo e cultive a sua paciência, pois é ela que levará você até o caminho do amor-próprio e da beleza eterna.

-Adrian... Não quero que se vá... Esse tempo passou tão rápido, dois anos de sua vida em dois de minha vida. Houve tanta compreensão sobre nossas histórias, cheguei a ter esperanças quando o seu coração teve esperança... Me liguei tanto a você... Pude ver como seria se eu fosse como você, como O Fantasma da Ópera, sendo Quasímodo, e tantos outros que desejou ser... Ah, Adrian... O modo como cuidou das rosas, como se dedicou para não pensar em seu coração. Queria sentir o que sente agora que encontrou seu amor-verdadeiro, porém, nossos finais são oposto ou não, ainda não sei.

-Lady Alicia... Por que torturas tanto seu peito, por que buscais uma resposta que só o tempo dirá? Acalma-te teu coração e deixe que o amor a guie, sei que pode parecer difícil mas o caminho não será nada tortuoso se parar de buscar coisas que não pode alcançar. E lembre-se estarei sempre contigo. Sempre na memória e na cabeceira de sua cama se quiser. Estarás comigo sempre que desejar... Afinal sou um livro, um personagem de uma história na qual leu, se identificou e que desejou ter o mesmo fim... Serei parte de ti agora, a parte dos teus sonhos em que nada é impossível.... Milady Jéssica! Viva e não importa o quanto a espera lhe deixe vazia, apenas pense e veja que és grande, bondosa e que seu amor-verdadeiro espera por ti em algum tempo e lugar. Agora apenas descanse... Sua vida será sempre mais que um sonho se assim desejar! 

sábado, setembro 24, 2011

O último ADEUS??? (The Last Goodbye?)

Alicia sabia que, naquela noite, tudo estava dando errado e se sentia mal com todo aquele vazio que sentia. Ela tinha duas escolhas, correr para os braços dele ou ficar com Bia. E após a breve discussão com ele, seu peito apertou e necessitou de ar para espairecer.
Tempos mais tardes, caminhou para casa e refletiu sobre o que havia feito.
"Desta vez, passei de todos os limites, entreguei Bruno a Sofie de mão beijada. É... Não posso mais fingir que consigo fazer por merecer o amor dele.Como sou burra, agora serei apenas uma página virada!"
Quando chegou em casa, Bia a recebeu com um forte abraço e beijos, porém toda aquela felicidade se foi assim que ela entrou no banheiro, pois sentiu o peso de sua escolha e as lágrimas banharam seu rosto. 
"Eu tenho medo Bruno, tenho muito medo.... Queria ter ido para você mas tenho medo, sou fraca demais para correr até você."

sexta-feira, setembro 23, 2011

Marlon&Maicon - Lendas de uma vida!


Eu fico aqui pensando se eu
Faço sentido pra você
Será que eu posso deixar tudo simplesmente acontecer
Sozinho no meu canto
Eu sinto falta de você
Sinto falta daqueles olhos seus
Que sabem me ver
Eu quero te encontrar,pra te dizer
As coisas que eu não sei
Eu quero te mostrar
Que eu posso ser,eu mesmo com você
Quem pensou que algum dia
A gente iria se encontrar assim
E o Amor chegaria sem nem procurar por mim
Aqui sempre perto e eu nunca reparei
Nunca me deixei mostrar inteiro
Nem ser verdadeiro pra ninguém
Quero te dar meu erro,meu tropeço
Meu beijo imperfeito
Do jeito que eu me entrego
Toda vez que olho pra você
Eu quero ter o seu sorriso
Desenhado no meu
Eu quero ser
O seu motivo
O seu abrigo
Alguém que simplesmente aconteceu

Dezembro!!!


Quando o tempo pede pressa
Eu paro, ouço o silêncio
Quando a urgência nos afeta
Eu rasgo o tempo ao meio

Segunda-feira eu prometo
Vou consertar o portão
Pra ver se prendo você
Bem mais perto do meu coração
Meu coração...

Será que ainda preciso fingir que sou feliz?
Ao meu coração...

Não acredito que os opostos se atraem
Mas porque será que nós nos afastamos tanto
Quando ficamos tão iguais?

Segunda-feira eu prometo
Vou consertar o portão
Na terça-feira faço greve de fome
Na quarta-feira não...
Somos iguais..

Será que ainda preciso fingir que sou feliz?
Ao meu coração...

Dezembro quando chega com seus ares de verão
Cê vai saber de quem eu sou, de quem eu sou
E não precisarei fingir...

Será que ainda preciso fingir que sou feliz?
Ao meu coração...

Ele poderá enfim entender!



De olhares tão firmes dos lábios mais finos

Que o melhor é não tentar olhar
As palavras saem sob efeito
De algo que não deveria provar

Olha ali está

As pernas e braços na pista convulsos que não querem parar
Olha é ali que está
O filtro de toda timidez que impede a disritmia dos movimentos

Os drinques e goles à fazem se soltar

Nunca se acostuma com efeitos que álcool proporciona

Ela está alta!

Ela está...

As coisas mais loucas que ela diz

São perfeitas em ouvidos alheios
As coisas mais loucas...

Olho um instante para ela

Com seus sorrisos perigosos de embriaguez

Bailando sobre nuvens de nicotina no ar

Sob luzes piscantes
Tão coloridas

Já não há mais o que alimente ao tédio

Nem mais remédios para experimentar

Ela está alta

Ela está...

As coisas mais loucas que ela diz

São perfeitas em ouvidos alheios
As coisas mais loucas...

De olhares tão firmes e lábios mais finos

Que o melhor é não tentar olhar
Mantem-se de pé por um milagre
Que faz essa menina continuar
Dizem aquela língua capaz de cortar
Dizem ser do sexo frágil
Mas não se aplica em nada

Uma imagem vale mais que mil palavras!



quinta-feira, setembro 22, 2011

‎"É a solidão que me toma conta,
Me leva para lugares onde provo de todos os graus de melancolia, 
Enfeitando os meus dias com o cinza,
Refletindo meu interior.
Sim, estou assim. 
O vício pela tristeza se torna evidente a cada lágrima que escorre dos meus olhos em direção a minha boca,
Fingindo estar bem dizendo: 
"Hoje estou melhor". 
A minha tristeza tem o mesmo tamanho de um céu nublado,
Mas esperando que venha o sol pôr entre as nuvens 
E com ele o brilho da felicidade 
E de um amor presente." 

quarta-feira, setembro 21, 2011

‎"Eis o fundo... 
O vazio...
O sono que pesa os olhos,
A ansiedade que não deixa dormir...
Minha alma vaga pela noite à procura desse lugar onde quero estar... 
Juntando fragmentos de memórias e lembrando de coisas que sequer aconteceram... 
Do alto me vejo: frágil e vulnerável... 
Ao mesmo tempo que mostro a força pra continuar esperando encontrar outra vez aqueles olhos que trouxeram novamente minha vida à tona... 
O destino cada vez mais coincidente... 
Segundos nos separam no tempo... 
Minha voz contida rasga minha garganta, pois quero dizer tudo o que sinto o mais rápido que puder...
As palavras mais intensas descansam sobre a minha língua esperando serem derramadas... 
Porém, é cedo... 
Sinto a necessidade de ter... 
Desejo mais do que nunca."
‎"Se eu tivesse o poder de te fazer feliz... 
Se eu tivesse o poder de te fazer sorrir... 
Se eu tivesse o poder de mudar tudo 
E te dar o mundo do jeito que você sempre quis...
Mas não tenho tal força... 
Sou apenas alguém que te ama de longe com um amor machucado e empoeirado,
E por mais que pareça o contrário, continuamos nesse mundo.
E eu assisto de longe o filme das nossas vidas se repetindo...
Ahhh se eu soubesse como fazer você me amar sem se ferir!" 

♥Particularidades não tão particulares assim♥

A busca pelo reconhecimento de atitudes de nossas vidas vêm sendo cada vez maior. Isso nós leva a um 'estado de espírito' instável, afinal de contas ficamos satisfeitos pelo caminho que escolhemos trilhar, porém,  tristes ao ver que há como ser mais do que somos.
-Particularmente, fiquei feliz ao ver meu blog no ABL, porém, triste em não ter chances de ser a 'autora do mês'.
É ganância, sim! É errado, não!
Faz parte do ser humano querer mais e exigir mais de si mesmo, mas cabe a cada um saber o seu limite.
-Fiquei extremamente feliz pela blogueira do mês ser uma colega que sigo, cujos textos sejam excelentes e profundos.
Sabendo que a escritora-ganhadora da entrevista se dedicou e que ela possuí tempo hábil para a produção, disse a mim mesma:
-Você, possui outras prioridades e, não deve ficar triste por algo que não era para ser seu. Há sempre quem mereça, ou que fez por merecer em seu devido tempo.
#Para você que leu esse post, não fique com pena de mim. Já passei por isso muitas vezes e se quer saber, não há nada de ruim nisso, é apenas uma fase. Se estiver passando por isso também, apenas mentalize para si mesmo: 'Nada é para sempre, a chance perdida hoje, é a porta que se abre amanhã!'#
 BEIJOS e BOM FIM DE NOITE!

terça-feira, setembro 20, 2011

Resumo

Neste fim de semana, assisti ao show da Banda Ramirez e, por mera casualidade conheci a Banda Os Azuis.
Gostaria de eternizar aqui este momento pois ambas as bandas fizeram um show incrível.
O Ramirez já é bastante conhecido, tem um público específico e bem extenso, já a outra não... Está crescendo e a divulgação aumentando.
Quem puder buscar para ouvir, eu recomendo bastante, mas só tenham um pouco de cuidado senão irão viciar  rápido assim como eu.

Dentre as mais viciantes está a trilha denominada 'Vadia' - mesmo com um título sacana, é legal conferir!

Você não senta do meu lado e quer carona no meu carro, ÔÔÔÔÔÔ
(...) Para de pirraça que eu não acho graça ÔÔÔÔÔÔÔÔ

quinta-feira, setembro 15, 2011

Entrando no forno

É com o maior orgulho do mundo que hoje lhe digo que o livro: "A História de Alicia Alvez" entra no forno.
Com basicamente todo a arte finalizada, o mais recém-descoberto livro entra em sua prova final.
Para os que anseiam pela sua chegada, deverão esperar apenas umas duas semanas para seu lançamento.
Para os que não conhecem a obra, deve apenas ler o resumo a seguir:

Prólogo:
Desde os tempos de infância, Alicia era a menina mais estranha, nunca foi uma criança simpática, de todos os seus primos era sempre a excluída, a ovelha negra.
Querida pela professora, odiada pelos alunos da turma, pois era a única, a saber, todas as tabuadas de frente para trás e de vice-versa. Não tinha estilo de menina, estava mais para ‘Dennis, O Pimentinha’. Explosiva que só, nunca deixava para trás assuntos em aberto, ou era tudo ou era nada. E sabe, ela não era encantadora, era gordinha e baixinha, além de mandona e marrenta.
No colégio, sentava-se na frente perto da professora e, em dias de prova era sempre perto da porta. Nos intervalos batia nos meninos e quase sempre estava sozinha. Apesar da solidão, continuava com um sorriso nos lábios. E que fique bem claro, ela já se apaixonara desde cedo, porém nunca imaginou contar isso para alguém.
Alicia muda de escola. Começa a ser mais rebelde, apesar de conhecer novas pessoas ela se torna rude e amarga. Sem perceber ela se prende a Bruno, mesmo sem amá-lo. Enquanto ele se apaixona e faz de tudo por ela, mas, quando tudo começa a se aprofundar Alicia se mostra traumatizada por seu passado com Anderson e, Bruno conhece a garota horrível que se tornou.
Mesmo sendo companhia de todos, ela se sente só. . . Criando um mundo paralelo e se mostrando revoltada pela realidade que a cerca.

#Caso o trecho tenha despertado sua curiosidade, não deixe que conferir o lançamento daqui a 14 dias.
Beijos e bom fim de tarde... Começo de noite para todos!

quarta-feira, setembro 14, 2011

Reação em Cadeia!


Vou correr até alcançar
Encontrar algum lugar
Pra ficar com você
Quero que saiba que
Escrevi seu nome
Dentro do meu coração
Em todo amor existe química
Onde se juntam dois corações
E preparam-se as reações e
Preparam-se as reações
Nosso amor está pegando fogo
É o meu corpo que se incendea
Estamos entrando em reação
Em uma reação em cadeia
Eu vou correr até alcançar e
Encontrar algum lugar
Pra ficar com você
Quero que saiba que
Escrevi seu nome dentro
Do meu coração...

Ohohohh
Quero que saiba que
Escrevi seu nome dentro
Do meu coração...

BOM DIA!!

Em um de seus momentos filosóficos, meu querido professor Renato disse a nossa turma que:
"Não existe livre-arbítrio, pois nossas vidas já se foram!"
Encucados com tal teoria, replicamos:
"Como assim?! Não tem como já termos vivido se ainda estamos aqui!"
E então ele simplificou e exemplificou:
"Não há escolhas pois tudo já foi escrito. Para entenderem melhor, imaginem suas vidas como um livro, ele já foi escrito há séculos, porém, nós lemos capítulo por capítulo."
De certa forma, aquilo fazia sentido, pois todos os dejá-vus (ou dejá-vis)... Aquela foi a teoria mais complexa e com mais sentido que ouvi em minha vida. 
Nada fez tanto sentido como o que ele me dissera.
Ah! Meu sonho com a UERJ, como minha vitória já havia se feito pelas palavras de Pri, Manu e Fábio!
Agora tudo o que consigo pensar e analisar é:
Se tudo já se foi, será que ficarei feliz com o meu final?!
Espero que minha história esteja ainda pela metade, que não seja o último capítulo de uma "possível" grande vitória!
Por fim, analiso a existência como um Carpe Diem literalmente, afinal, não sabemos como ou quando o último capítulo chegará!
Exista... Mais do que isso... Faça a felicidade existir em seu mundo, antes que a decisão do "final feliz" chegue!


terça-feira, setembro 13, 2011

Canção de Ninar da Bella

A vida era como uma noite sem lua
Envolto nas estrelas
A beleza pode ser de um susto
Mas agora você está em meus braços


Você é minha vida agora
Você não pode ver
Eu atravessaria oceanos
Eu nadaria mares
Para estar com você
Isso é suficiente para mim


Seu rosto é como um veneno
Inebriante
Como podemos viver para sempre
Quando o nosso amor nunca pode ser


Você é minha vida agora
Você não pode ver
Eu atravessar oceanos
Eu nadaria mares
Para estar com você
Isso é suficiente para mim

domingo, setembro 11, 2011

Nem tudo é fácil

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar
para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses desejos,
realidade!!!
Cecília Meireles

sábado, setembro 10, 2011

Para alguém especial!


"O que é verdadeiro volta? Não. O que é verdadeiro não vai.
O que é verdadeiro, permanece."
(Querido John)

Hoje, no dia 10 de Setembro... 
Quero dizer ao meu melhor amigo Fábio, que ele tinha razão. 
"Não há o que temer, não há por que não entrar para a faculdade (...)"

Amigo, nada mesmo vai me parar agora... Tenho Deus comigo e Ele sabe o que passo, sabe o quanto mereço (ou não), só Ele pode me enfraquecer e sabe... Não acho que aquilo que conversamos seja mais verdade... Eu o vi hoje e mesmo sentindo um peso no coração, não fui até ele para abraçar e conversar. 
E sabe, o mais cômico é que foi graças ao Pedro que me contive! Deus tinha um plano sobre o Pedro na minha história....

Devo admitir que fiquei em frangalhos, mas nada que possa me abater agora. 
Por isso vim até aqui para contar a você que...
Hoje, dia 10 de Setembro, arranquei de mim a parcela que existia do 'Fulaninho'  e apartir de agora, eu, Jéssica Ribeiro Gomes me declaro livre deste caos na minha vida... A História de Alicia Alvez com Bruno Moraes será apenas um livro que li e amei, e não mas parte da minha vida!

Fábio, devo a você tudo... Hoje, você é a força que me levantou mais uma vez! E nunca irei me esquecer disso!
 Fábioooooooo... Você é o melhor amigo do mundo! Boa Bienal amanhã!
Te adoro muitão! 

sexta-feira, setembro 09, 2011

Uma noite e um dia

Homenagem aos professores de Portuga!
Hoje me resta apenas uma noite e um dia para a GRANDE PROVA - A PROVA DA UERJ
O que dizer sobre isso?
Sinto meu estômago remexer, minhas mãos ficam suadas e bem sinto um medo estranho e familiar.
Não tenho medo de fracassar, pois já fracassei milhões de vezes... Tenho medo de conseguir, pois é como dizem:
" O não eu já tenho, difícil mesmo é conseguir o sim."
Se caso não houver vitória já sei que caminho irei trilhar, mas e se houver vitória?!
E aí... Eu não sei!
Pois nunca lidei com uma conquista tão grande.
"Em minha mente um sonho,
Em meus ombros a esperança de uma família inteira,
Nas minhas mãos o destino
E no papel as alternativas A, B, C, D, e E." 
Quem já lidou com as expectativas de um futuro melhor passado de geração para geração talvez possa entender o que sinto.
No domingo não é apenas a minha honra/ dignidade/ esforço/ dedicação que serão posto a prova e sim o de todos os GOMES.
Isso não me fará ser alguém para o mundo, mas me fará ser alguém perante a minha família e, bom... Isso vale mais do que qualquer reconhecimento que a vida externa possa me dar.

Gostaria de agradecer aos meus professores, todos eles - os dos colégios que passei, os dos cursos que estudei e principalmente aos meus professores de Língua Portuguesa, pois são eles que fazem de mim o que sou hoje... E professor Renato, o senhor é um fanfarrão! xD Espero me lembrar de todos os conselhos que me deu em suas aulas, o senhor é um dos meus melhores professores, pode ter certeza!
E gostaria muito de agradecer a minha tutora Ana Paula, por todas as investidas que deu para que não me deixasse abater... Como diria ela agora:  ' Isso aí, Breezy, não desiste!'

E aos meus amigos... Bem, um obrigada do tamanho do mundo... Pelas orações e pelas mensagens de boa sorte que me mandaram.

"SEJA QUAL FOR O RESULTADO, ESTAREI FELIZ! POIS SEI QUE FIZ O MEU MELHOR E QUE TIVE AO MEU LADO O MAIOR APOIO QUE PODERIAM ME DAR!"
Que Deus ilumine cada dia mais nossos caminhos, que nos dê forças para caminhar hoje, amanhã e sempre!

sexta-feira, setembro 02, 2011

Orgulhosa de mim


Hoje, acordei orgulhosa de mim...
Hoje olho para mim com muito agrado...
Pois não é todos os dias em que me olho ao espelho e vejo uma pessoa tão boa e dedicada em tudo o que faz!
Ahh! Como eu queria sentir isso sempre.
Como pequenos feitos nos trazem tanta paz e felicidade!
Ahh! Como eu gosto de olhar para frente sem ter que abaixar minha cabeça...
Taí...Vou ser assim agora, sem lágrimas, sem arrependimentos, 
Apenas vivendo meu Carpe Diem!
Vamos viver o hoje e que o amanhã seja apenas uma conseqüência de nossa presente felicidade!

quinta-feira, setembro 01, 2011


Muito pouco pra dizer, nada pra guardar
Hoje é só um outro começo
Outras ondas de outro mar vão rodar o mundo
E para onde vão eu conheço
Não é bom nem é ruim nada pra fazer
A mesma vida olhando para mim
O mesmo rosto dizendo que não
Flores da mesma estação
Quem eu não sou, onde eu não vou quando eu não estou
Se eu tivesse outros olhos para ver
Só mais uma vez, uma chance, um novo começo
Ser quem eu não sou...
Muita coisa para querer nada pra gostar
Esses dias eu não esqueço
Nem precisa adivinhar como vão às coisas
Nada vai sair do lugar
Não é bom nem é tão mal nada pra sorrir
Nada vai sair no jornal
A mesma historia, o mesmo clichê
Tudo de novo pra que?
Quem eu não sou, onde eu não vou quando eu não estou
Se eu tivesse outros olhos para ver
Só mais uma vez, uma chance, um novo começo
Quem eu não sou, onde eu não vou quando eu não estou
Se eu tivesse outros olhos para ver
Só mais uma vez, uma chance, um novo começo
Ser quem eu não sou...
O que há lá fora além de todo tempo que não para de chegar
Deixar o sol entrar pela janela e ver outra pessoa
Quem eu não sou, onde eu não vou quando eu não estou
Se eu tivesse outros olhos para ver
Só mais uma vez, uma chance, um novo começo
Ser quem eu não sou..