quarta-feira, agosto 18, 2010

Plim - Plim

Amarela              

(Yellow - ColdPlay)

Olhe pras estrelas,
Olhe como elas brilham por você,
E por tudo o que você faz,
Sim, elas eram todas amarelas.


Eu progredi,
Eu escrevi uma canção para você,
E tudo que você faz,
E ela chamei de "amarela".


Então eu esperei minha vez,
Oh que coisa para se fazer,
E era tudo amarelo.


Sua pele,
Oh sim, sua pele e ossos,
Transformaram-se em algo bonito,
Você sabe?
Você sabe que eu te amo tanto,
Você sabe que eu te amo tanto.


Eu atravessei o oceano,
Eu superei barreiras por você,
Oh que coisa a se fazer,
Pois você estava toda amarela.


Eu tracei uma linha, (estabeleci um limite)
Eu tracei a linha por você,
Oh que coisa a se fazer,
E ela era toda amarela.


Sua pele,
Oh sim, sua pele e ossos,
Transformaram-se em algo bonito,
Você sabe?
Por você eu daria todo o meu sangue,
Por você eu daria todo o meu sangue.


É verdade, olhe como elas brilham para você
Olhe como elas brilham para você
Olhe como elas brilham para...
Olhe como elas brilham por você,
Olhe como elas brilham por você,
Olhe como elas brilham...


Olhe para as estrelas,
Olhe como elas brilham para você,
E todas as coisas que você faz
 Neste fim de semana aconteceram muitas coisas e uma delas foi o meu reencontro com o meu ex (pai da minha filha), fomos fazer compras, conversamos e foi bom, sinceramente já tinha me esquecido do quanto engraçado ele é.
Dentre todas as conversas que tivemos, algo estalou em minha mente, surgiu a resposta da minha eterna sina por solidão, naquele momento compreendi que não posso mais passar com constantes mudanças de humor e crises de gênio (doeu assumir que sou geniosa). Portanto, no decorrer da semana me pus a reparar os erros.
E... Agora estou aqui para dizer a mim mesma que vou ser feliz e fazer as pessoas que amo felizes.
Nesta quinta-feira, dia 19 de agosto estou comemorando 11 meses de namoro com Roberto Cesar...Sim "comemorando" no presente. Reatamos e enfim, vou pôr uma linha crescente em minha vida, espero que tudo dê certo. Cansei de ser sozinha e fascinada por solidão.

Bê essa música é para você !

sábado, agosto 14, 2010

Meu grande amor Jonathan

Ele é o meu homem perfeito,
Ele nunca me magoa,
Ele nunca me faz chorar,
E sempre sabe o que me dizer.
Ninguém no mundo me faz me sentir tão especial quanto ele me faz.
De todos os homens que conheci ele sempre foi o mais gentil, sempre foi carinhoso e sempre me fez entender o que o mundo queria de mim.
Obrigada Jonathan
Obrigada por existir, 
Por me fazer chorar de felicidade 
E por sempre estar ali para me estender a mão com um lenço
E por sempre me dizer : - Venha chore em meus ombros!
Sem você a minha vida teria sido muito mais complexa do que é.
Sem você,  eu não saberia compreender o mundo como compreendo hoje.
Sei que não gosta de agradecimentos constantes, mas não tenho como evitar...Obrigada!

SÁBADO 14


Ultimamente não tenho vindo aqui escrever sobre como ando tocando a minha vida, não por falta de tempo( essa é sempre a desculpa que dou para tudo), não é por ser alguém que se compromete com a casa e a filha acima de tudo, é apenas por não querer que os outros saibam o quanto ando infeliz.
Sabe, uma vez ouvir uma colega minha dizer para si mesma no canto escuro da varanda:
- A pior mentira é a que eu conto todos os dias para mim mesma, preciso parar de mentir para mim mesma. Do que adianta aparentar felicidade se eu não a sinto.


Naquele momento me lembro de ter pensado que ela era louca, afinal de contas eu não sabia o que era ser sozinha, eu tinha amigos, tinha minha familia e acima de tudo tinha um egoísmo supremo. Ela também poderia ter aqueles amigos só que não percebia estava sempre tão preocupada com o que iam achar dela que não se entregava, ela queria sempre ser melhor mas não agia como a melhor com ela mesma.
Hoje, me sinto como ela, sei que tenho amigos mais não saío com eles, não aproveito por querer aparentar uma felicidade que não possuo.
Muitas vezes erramos achando que estamos acertando, mas se estamos mentindo para nós mesmo, sempre estaremos mentindo para o mundo e ninguém pode viver de mentiras.
Hoje, abro meus olhos para modificar isso, quero me entregar, não quero mais ficar mergulhada nos problemas e nas aparências.
Como conclui a mim mesma essa semana:
Quero ser real, não quero mais ser uma pessoa ou coisa pela qual todos cansem.
Não sou uma mentira, sou uma verdade e isso implica nas minhas atitudes. Mude-as já!

quinta-feira, agosto 05, 2010

Volta às aulas

Essa semana eu retornei a sala de aula, confesso que estava sentindo muita falta, mas a príncipio não quero escrever sobre isso. Vamos voltar lá para o começo de tudo.

A minha segunda começou normal, tirando a minha ansiedade, tudo indo muito bem. Fiz minhas tarefas em casa, cuidei da minha filhota e no fim da tarde fui até a escola.
Chegando lá conheci um menino chamado Davi, que foi muito simpático comigo, creio que eu devo ter um imã para pessoas extravagantes, rs!
Ele foi muito gentil, chegamos até a jantar juntos, depois eu fui para  minha sala e ele para a dele.
Já lá dentro com as minhas amigas, eu parei para refletir e notei que ele foi na minha sala em todos os intervalos, conversamos muito, eu o conheci muito melhor.
Só que isso se seguiu, mas eu senti de deveria cortar e o fiz, me afastei.
Hoje ele estava lanchando, então eu passei o cumprimentei e meio que corri para a escada entrei na sala e cai de cabeça na aula. E adivinha só, no intervalo ele parou na minha porta e fez um coraçãozinho no vento para mim.
No final das contas, não adiantou muito o esforço que fiz para evitar esse tipo de ação ou reação.
No fundo acho que vou ter que ser um tanto rude, mas espero que essa situação mude não quero ter que conversar com alguém sobre o que se pode ou não fazer em relação a mim.
Odeio magoar as pessoas, mas neste caso não tive culpa!