segunda-feira, fevereiro 25, 2013

Por que eu prometi?

"Você me deu muito mais do que palavras
Quando tudo não passava de ilusão
Eu nunca te agradeci por ser sempre assim"

Já esteve tão feliz que se sentiu leve como uma pena? Já ficou a ponto de ver flores em todos os lugares? Já se sentiu a pessoa mais positiva do mundo? Se a resposta é sim, sabe do que estou falando.
Não sou o tipo de mulher que acorda de bom humor todos os dias, não sempre.
Mas ultimamente, tenho acendido incensos, ouvido aquelas músicas e até tenho ficado com um sorriso nos lábios.
Ahh positividade!!! 
Mas, é em meio a esses sorrisos bobos e a essa alegria que a mente vaga por lugares que não imaginamos e sentimos coisas que antes eram abstratas... 
Tenho tudo mas não tenho nada! Sou tudo mas não sou nada... Coisas assim.
E acabamos fazendo promessas que não podemos cumprir, promessas que mais tarde vão brotar em minha mente e dizer que não consegui mantê-las nem por uma semana, o que me levará a pensar no fracasso e blá blá blá.
Faz tempo que não me sinto assim, por isso não gostaria de me subornar e acabar precocemente com a minha felicidade que a tempos não encontro. Mas como fazer? Como mantê-la? 
Ahhh não sei mais!!

Momentos reais

Ela estava lá,
Ela... A menina dos meus sonhos, a pessoa que eu mais amava, que eu tentei prender para que nunca fugisse.... Que eu tanto maltratei quando ela me dizia que queria ser feliz!
Porque eu estava feliz com ela ali, do meu lado, mas ela não.
Ela gritava, implorava e me fazia perder a calma... NÃO! NÃO! Eu não me arrependo dos tapas, e de toda dor que ela sentiu, porque ela também me fez sentir dor.
E agora, ela fugiu. Correu de mim, saiu e não sei se vai voltar!
Mas foi apenas um sonho, eu não sou ele, eu sou ela. Eu não tenho um torturador... Mas se um dia houver? Será que eu fugiria? Será que eu faria tudo como no sonho?? Será?
Nunca saberei, nunca mesmo.